16/01/07





Consegui decorar uma folha em branco. Cada ponto que faz uma folha em branco.
Como é difícil, por vezes, unir algumas letras.

Como é difícil imaginar o quanto Te dói.
E quanto custa, não poder sacar uma carta da manga e colocar tudo como estava, para que não soluçasses mais.
Gostava de dividir a Tua dor, como Tu tantas vezes duplicaste a minha alegria.
Há na vida ocasiões que se convertem em obstáculos insuperáveis. É nessa altura que deixam de ser obstáculos e passam a ser pontos de partida.

Sinto que podia escrever sobre Ele.
Como se alguma vez lhe tivesse visto os teus olhos.







2 Comentários:

Blogger Aleisa disse...

As lágrimas rolaram-me pelo rosto ao ler-Te.

2:50 da tarde  
Blogger Tudoisso disse...

"Para ser grande, sê inteiro: nada
Teu exagera ou exclui.
Sê todo em cada coisa. Põe quanto és
No mínimo que fazes.
Assim em cada lago a lua toda
Brilha, porque alta vive."

Obrigada pela tua amizade....

4:04 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial