30/06/05

Tempo

“Somos pessoas estranhas. Passamos a vida a fazer coisas que detestamos com o objectivo de ganharmos dinheiro para comprarmos coisas de que não necessitamos e, assim, impressionarmos pessoas que não nos agradam.”
Chamou-me à atenção a frase e parei por instantes para pensar.
Não que me identifique constantemente com isso , mas admito que , casualmente, já o terei feito.
Somos mesmo estranhos .

Tão ocupados por vezes com factos que na verdade em nada nos servem . Tão ocupados que nem sentimos o tempo passar e quando nos lembramos que o Tempo não espera , olhamos para trás e já temos saudades de outras épocas. O que hoje sonhamos fazer é reprovável ou não tão tolerante , mas nessa altura era louvável ou pelo menos compreensível .
Assim nos vamos habituando a viver , ou melhor , a sobreviver ... no entanto , garantimos que somos indomáveis , pelo menos assim pensamos , mas acima de tudo , que somos Únicos e por isso Especiais e na verdade ,por vezes, funcionamos apenas e só em conjunto e somos iguais ao colega de carteira , à vizinha ou ao amigo a quem sabiamente pensamos aconselhar.

Apeteceu-me escrever porque reparei numa frase .
Não é tão importante o sentido da frase , mas o facto de ter parado para reparar em algo e ter desfrutado , porque me chamou a atenção , porque em alguma altura fui assim e ou porque conheço alguém que assim seja sistematicamente .

Seja o que for chamou-me à atenção
Outro dia tinha uma série de reparos de um “amigo” que estava incomodado com uma outra frase que tinha usado para algo sem importância : “Aquilo que não podes conservar não te pertence.”
Disse-me : “ - Fiquei doido! Comecei a pensar no que tinhas escrito.”
Parou para pensar e provavelmente nesse tempo lembrou-se com quem , provavelmente , vai passar os próximos anos, se ainda for a tempo!
Parou para delinear um possível trajecto que é a vida dele.
Não o recrimino, porque todos nós fazemos diariamente o mesmo . Ter a consciência disso já é um passo em frente.

Deviamos parar mais vezes para pensar.

Têm tudo a ver com “O TEMPO” .
Como devíamos saborear a sua passagem , com gosto , com pausas , apressando-nos calmamente.
Vou aprendendo a saborear os Tempos que fazem o Meu dia e para meu próprio bem ,um dia , ser Especial.




“Tornarmo-nos jovens leva muito tempo.”




P.S. - Como viste há sempre algo a dizer ou a mostrar .Nem que por vezes fales só para Ti .

Mas essa é a minha ideia .




2 Comentários:

Blogger ZeoX disse...

Óptima reflexão. Ainda que por vezes o ser humano na sua natureza aja por inconsciência, são inúmeros os caminhos que se escolhem por reflexão. São tantos momentos que passamos envoltos, quais formigas, em rotinas e pressões que mal temos tempo para parar um pouco e olhar para dentro... Ou se calhar temos, falta-nos muitas vezes é a predisposição para tal.

O tempo é o que fazemos dele... e sempre fui da opinião que há tempo para tudo. E um tempo para tudo.

Um tempo para parar, respirar fundo e abrir os olhos pela primeira vez.

2:00 da manhã  
Anonymous Anónimo disse...

Por vezes apetece começar do zero tudo .
Por vezes.


@

7:54 da manhã  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial