08/07/08

Um pedaço de poema

"Deixo-te
um pedaço de poema
para levares contigo,
inacabado, louco.

Deixo-te
O resto de um sonho,
de um momento
incompleto, do meu corpo.

Deixo-te
parte de um suspiro,
de um grito de delírio,
em tom de poema,
arfando de desejo.

Deixo-te
um pedaço meu
para moldares o restante
e em transe de poeta fiel
escreveres o pedaço que falta
numa folha de papel..."

2 Comentários:

Blogger @ disse...

Uff!
Enorme.

11:52 da manhã  
Blogger Lua disse...

Uff!
que poema bonito... quase que o transcrevia e o direcionava

5:36 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial