09/01/06


"As palavras sucumbem ao vazio
da própria pequenez.
Nenhum cais tem a forma do navio
nenhum navio a forma das marés."

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial