03/08/05

Onde estão?

"Andamos em voltas rectas na mesma esfera,
Onde ao menos nos vemos porque o fumo passou
e a chuva no chão revela os olhos por trás.
Há que limpar o restolho do que o tempo queimou


Tens fios demais a prenderem-te as cordas
Mas podes vir amanhã acreditar no mesmo Deus
Tenho riscos demais a estragar-me o quadro...
Se queres vir amanhã acreditar o mesmo Deus...


Devolve-me os laços, meu amor...


Andamos em voltas rectas na mesma esfera
Mas podes vir amanhã, se queres vir amanhã, podes vir amanhã
Tens riscos demais a estragar-me a pedra
mas se vieres sem corpo à procura de luz


Devolve-me os laços, meu amor..."

Toranja - Laços

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial