20/08/08

Saudade

"Escorre-me a saudade dentro do peito.
Castiga-me com as marés das recordações de ti, de nós.
O horizonte tornou-se grande de mais.
O mar, não tem mais fim.
Sei que percorremos a vida de mãos dadas.

Mas, preciso de sentir o calor do teu abraço."

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial