18/06/05

Tu

Fizeste questão de me provar, um dia, que afinal a eternidade existe e de repente eu comecei de novo a vibrar, viver e a explodir em emoção.
Não me aceitas, mas mimas-me, diluis-me, dissolves-me, encaras-me, enfrentas-me, criticas-me e amas os meus defeitos e eu os teus.
Sonhas muito e eu também.
Creio que, também tu, ainda acreditas nas pessoas, no mundo,no ódio, no amor e na saudade e eu também.
Tens um fascínio pela aventura e eu também.
No fundo, és feito de coração e tens uma alma grande, aberta, franca, verdadeira e leal.
A distância não te preocupa porque sabes que nao se mede pelos quilometros e também não te causa inércia, não te mete medo, não te assusta e não te vence.
Resigno-me à tua maneira de ser e estar na vida porque afinal saber ser e saber estar, como tu sabes, faz sentir que ainda vale a pena apostar, ser e estar ao pé de ti.

2 Comentários:

Anonymous irm disse...

Obrigada minha querida por estas palavras tão tocantes que me dedicaste... pois uma pessoa assim tão maravilhosa como a que descreves aqui só posso ser eu certamente...
:P

7:10 da tarde  
Anonymous Irmã Energumena disse...

PS: como fiz enter antes do tempo só apareceu o irm, mas claro que sou a Irmã Energumena...

7:11 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial